Saturday, January 12, 2008

Peões em Jogo - o filme




Lions for Lambs, 2007
http://www.imdb.com

"A wake-call for America"

Pete Hasmmond, Maxim


Neste momento, há pelos menos dois filmes em exibição na corrida para os Academy Awards de Hollywood, vulgarmente conhecida como a entrega dos Oscars. Dois filmes fortes que abordam a problemática das guerras no Oriente.

E com o tempo chuvoso e brumoso como este que se tem feito sentir, nada melhor do que me recolher numa confortável sala de cinema e assistir a um bom filme!



Lions for Lambs! Esperava com ansiedade este último filme de Robert Redford Talvez o mais ousado provocador das consciências dos norte-americanos.

Reúne três actores míticos, o próprio Robert Redford - realizador e actor - Meryl Streep e Tom Cruise. Três enormes nomes do cinema que marcam diferentes gerações, desde a década de 70.




Lions for Lambs
http://www.imdb.com

Ser-me-ia difícil enumerar o número de filmes, sempre de qualidade, em que os vi participar! Todos me agradaram, por um motivo ou por outro, mas sobretudo pela versatilidade e carisma de cada um destes grandes actores! 


Robert Redford, na dupla vertente de actor - realizador, agrada-me seriamente.


Parece-me quase desnecessário afirmar que as minhas expectativas saíram plenamente realizadas! E a de todos, não muitos, os que se encontravam na sala, aquela hora em final de tarde de frenesim consumista.

O filme apresenta uma profunda mas serena crítica às notícias e políticas de uma nação dividida, explorando as consequências humanas de uma complexa guerra. Explosivo na sua serenidade ousada!

Peões em Jogo (tradução portuguesa, em jeito de metáfora) apresenta-nos três histórias, cada uma delas bem delineada, e em sincronia total com a história central.

Tom Cruise no papel de Jasper Irving, um importante congressista que contacta a conceituada jornalista Janine Roth - Meryl Streep - confiando-lhe uma nova estratégia militar, induzindo deste modo a jornalista a escrever um exclusivo sobre a política governamental.

A mesma Janine Roth,
peça fundamental do sucesso da carreira política deste promissor senador, num artigo de opinião, no momento em que ela vira nele uma nova esperança!



Lions for Lambs

Entretanto dois antigos alunos em Ciência Política do Dr. Stephen Malley - Robert Redeford, Ernest e Arian - interpretados por Michael Peña e Derek Luke -jovens de escolas suburbanas que chegaram ao ensino universitário. Voluntariam-se na convicção de seguir os desafios do seu professor-tutor,  e encontram-se no campo de batalha, na precisa altura em que uma nova e infame ofensiva está em curso. E vão perecer de pé, como verdadeiros heróis, devido aos gravíssimos ferimentos, numa atitude de auto-coragem e martírio.





Robert Redeford | Prof. Mailley
Lions for Lambs

Prof. Mailley angustiado por tal perda, tenta no papel tutorial académico que lhe cabe, alertar Todd (Andrew Garfield), um aluno promissor, mas indiferente, para a importância das suas potencialidades. E mais do que isso, para o despertar da sua jovem consciência de cidadão, na convicção absoluta do futuro de uma nação.


Num momento crucial da vida de cada uma das personagens e do futuro da sua nação, as peças são jogadas, sem que saibamos muito bem qual o destino que as espera.


As cenas finais surpreendentes e de grande emotividade, desenrolam-se no maior silêncio. Perante o olhar apreensivo e entristecido de Meryl Streep, as imagens do Memorial deixam no espectador um impacto confrangedor. E de repente, o filme fecha-se sobre negra cor da película, e por segundos fica suspenso.

O filme não fornece respostas. Apenas deixa questões fortes, imbuídas de humanismo e pesar. No entanto, nele está patente o grito de revolta ou alerta contra o estado da política norte-americana, por uma das vozes/olhares mais críticos da cinematografia actual, Robert Redford.

O cinema para além de divertimento pode ser utilizado como uma forma de mudar comportamentos e opiniões. E é notória essa abertura deixada ao espectador!

A nós, cabe-nos ouvir/ver os argumentos apresentados e tirar daí as conclusões que acharmos pertinentes. A ver o trailer aqui.

Ficção ou realidade, nem sempre são conceitos distintos!



"Extraordinary!"

David Atkins, Daily Kos





Imprescindível! 

"On-the-mark"

Larry King


G-S



Fragmentos Culturais, m jeito de homenagem a todos os jovens que, independentemente de raça, país ou religião, perdem as vidas para honrar as suas convicções e as de seus países. 


12.01.2008
Copyright © 2008-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons


20 comments:

O Profeta said...

Tenho que ir ver mais este...tu aguças-me o apetite cinametografico...com os teus fantásticos documentários...


Ergui-me ao vento na tua procura
Fundi um abraço com o sol da tua ternura
Modelei o amor com as palavras mais belas
Curso de errante espírito na tua procura

Porque o pensamento é voo de milhafre
Aprisionado em gaiola de palavras
O infinito e o incomensurável
Volto ao encontro das tuas profundas mágoas

Bom fim de semana


Mágico beijo

avelaneiraflorida said...

Fragmentos...

e mais uma excelente oportunidade de rever estes excelentes actores!!!
Depois desta "dica"... o filme será imperdivel!!!!

"BRIGADOS"!!!!

Tiago R. Cardoso said...

Mais uma vez sigo o conselho que me dá, até agora em nenhum fiquei decepcionado...

de um fã,
Tiago.

Alma Nova said...

Já estou conquistada! Bastou-me ver o leque de actores...
Bom fim de semana.

quin[tarantino] said...

Meryl Streep e Robert Redford? Convencem-me.
E a sua resenha crítica também.
A agendar como um "MUST".

Brancamar said...

Meu amigo,
Concordo plenamente. Vi o filme pelo fim do ano.Como a si não me decepcionou nada ao contrário do que tinha lido de um daqueles críticos que sempre nos enganam. Achei uma reflexão excepcional sobre as políticas de gabinete e a realidade no terreno, sobre toda a problemática da guerra naquela zona e das políticas norte americanas e sobre o que isso implica na própria ordem interna e na vida dos cidadãos norte americanos. Muito importante pelas interrogações que nos deixa.Como sempre estes três actores estiveram excepcionais, aconselho toda a gente a ver.
Um abraço

Fragmentos Culturais said...

E tu, 'Profeta', deixas-me sempre com um 'aroma' lindo da tua poesia!

[...]
Porque o pensamento é voo de milhafre
Aprisionado em gaiola de palavras
O infinito e o incomensurável...'
[...]

Estes versos contemplam uma profunda realidade!
O pensamento é infinito, mas encontra-se, algumas vezes, demasiadas vezes, aprisionado em palavras...

Excelente semana para ti!

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Sem dúvida 'Avelaneira', excelentes actores numa premissa bem contada, que nos dá a liberdade de questionar ou concluir...

Será uma excelente sessão de 'bom' cinema!

Sensibilizada pelo olhar sempre atento poisado em 'fragmentos'!

Boa semana!

Fragmentos Culturais said...

Bom, Tiago, isso é uma grande 'responsabilidade' que me coloca!

Apenas divago sobre a minha própria sensibilidade de espectadora/fã da arte cinematográfica!

Eu adoro cinema!
Não vou ver qualquer filme, é verdade!

Tenho a minha 'lista' de afinidades/gostos...

Sensibilizada pela sua 'fidelidade', desde sempre!

Um abraço

Fragmentos Culturais said...

Também é uma boa opção, 'alma nova', a selecção de um filme pelo nome de actores que já deram provas de excelentes interpretações, ao longo das suas carreiras!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Boa semana, também para ti!

Fragmentos Culturais said...

'Quint'

Meryl Streep e Robert Redford são actores excepcionais! Mas Tom Cruise não me tem de modo algum desiludido!

E Redeford continua a demonstrar excelentes e sensíveis qualidades como realizador.

O meu texto não é uma 'crítica'... apenas um comentário muito pessoal e portanto subjectivo!
Espero que goste... do filme :)

Boa semana!

Fragmentos Culturais said...

Minha amiga, 'brancamar',

Penso que já concluiu, pelos vários 'posts' que leu em 'fragmentos', que escrevo 'no feminino'!
Daí que me atreva a corrigi-la :)

Não vou nunca ao cinema, pela visão dos críticos. Vou sim, pela minha intuição, pela[s] história[s], actores e/ou realizadores.

É o ponto de vista de um realizador 'engagé', independente, num mundo onde não é fácil ser-se independente!
Claro que ele/realizador, Redford tem a sua visão/opção política, mas não nos obriga a aceitá-la! Abre-nos portas....

Já somos duas a opinar em sentido positivo.

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Um abraço 'da fragmentos'

sniqper ® said...

Belíssima sugestão, um tripla de peso, sem dúvida.
É esta blogosfera que eu gosto, a que informa, onde se aprende, parabéns pelo excelente trabalho.

7 Pecados Mortais said...

Cara amiga, venho aqui propositadamente, (porque o mereces) justificar o meu "silêncio". Ele tem se notado de uma forma geral, quer nas visitas, comentários e publicações. Estamos num novo ano e é de esperar mudanças, certo é, que não as vejo por mais que as tente alcançar. Encontro-me num estado de espírito que me coloca no "silêncio". Não me tenho manifestado e encontro-me, infelizmente, sem vontade para tal. Peço desculpa pela ausência, neste espaço que merece comentários. Peço desculpa por não ser tão assíduo como era, mas certo é que não passas por esquecida. Mereces toda a consideração. Gosto e irei sempre gostar deste espaço cultural, que tenho visitado, mesmo sem comentários. Espero dias melhores e vontade de corresponder às expectativas que o "fragmentos culturais" merece. Isto tudo, para dizer que não estás, nem irás estar esquecida pela minha pessoa. Grato pelas palavras sempre direccionadas no meu espaço, assim como a preocupação pela minha ausência. Abraços sinceros dum Pecador.

mixtu said...

a ver...
pelo argumento tão actual...

abrazo serrano

São said...

Agradeço a crítica ao filme, ois eu estou interessada em vê-lo!

Bom fim de semana.

Fragmentos Culturais said...

Sim, não passa de uma sugestão, 'Sniqper'!

Sem dúvida! Três excepcionais actores!
E Redford me encanta muitíssimo, também, como realizador!

Espero teu comentário depois...

Sensibilizada pelo teu olhar em 'fragmentos'!

Um beijo

Fragmentos Culturais said...

Não tens que justificar nada, '7Pecados'!

Apenas, sinto tua ausência... mas compreendo-a! Por isso te procuro em teu espaço!

Preocupa-me a tua ausência de esperança, o a situação que vives... daí que apareça para deixar uma palavra de fraternidade!

Sensibilizada por vires até aqui, poisar notícias tuas...

Um beijo fraterno

Fragmentos Culturais said...

Acho que sim, 'mixtu'!

Pelo argumento, pelos actores! Pela liberdade de nos deixar tirar 'conclusões'!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Um abraço citadino

Fragmentos Culturais said...

Então espero que venhas até aqui opinar, depois de veres o filme, 'São'!

Sensibilizada pelo olhar poisado em 'fragmentos'!

Um abraço