Friday, April 15, 2011

Festival de Cannes 2011




Cartaz

Depois de Juliette Binoche em 2010, este ano o cartaz da 64ª edição do Festival de Cinema de Cannes homenageia Faye Dunaway. Fotografada por Jerry Schatzberg, fotógrafo do cinema, da música e da moda que dirigiu a icónica actriz em Puzzle of a Downfall Child título em português "Tempo de Viver (1970). 

Realizador e actriz vão estar presentes em Cannes para apresentar uma cópia restaurada do filme.

O Festival de Cannes que se realiza entre 11 e 22 Maio 2011 reúne uma série de grandes nomes europeus numa competição de grande qualidade. 

Robert De Niro preside o júri da selecção oficial, Emir Kusturica, o júri do "Un Certain regard" e Michel Gondry, o júri das competição de curtas-metragens. Os restantes membros do júri só serão divulgados na próxima semana.

É já conhecida a  selecção oficial constituída por dezanove filmes que poderá ser consultada aqui

Como puderam verificar, cabe a Woody Allen abrir o festival com seu filme, fora da competição, Minuit à Paris.





"Midnight in Paris est une merveilleuse lettre d’amour à Paris."  C’est une œuvre dans laquelle Woody Allen approfondit les questions posées dans ses derniers films : notre rapport à l’histoire, à l’art, au plaisir et à la vie. Pour son 41e long-métrage, Il fait à nouveau preuve d'une belle inspiration."

 Thierry Frémaux

Uma novidade! A partir deste ano 2011, os organizadores passarão a entregar  a Palme d'Or de honra que será atribuída a um realizador de referência que nunca tenha sido galardoado. Bernardo Bertolucci será o homenageado 2011. Bem merecida, aliás. 

Facto de relevo também! Quatro mulheres estão, este ano, na corrida para a Palme d'Or. Lynne Ramsay (Reino Unido) - "We need to talk about Kevin",  Maïwenn (França) - "Polisse", Naomi Kawase (Japão( - "Hanezu no Tsuki" e Julia Leigh (Austrália) - "Sleeping Beauty", o primeiro filme da escritora. Promete ser uma projecção controversa em Cannes.

" Il y a quatre réalisatrices en compétition officielle, c'est la  première fois qu'il y autant de femmes", congratulou-se Thierry Frémeaux,  delegado geral do festival. 



Pedro Almodóvar e Antonio Banderas

Na selecção oficial surge La Piel que Habito, baseado na obra "Mygale" de Thierry Jonquet, que marca uma incursão de Pedro Almodóvar no cinema de terror. É o filme do aguardado reencontro com António Banderas com quem não trabalha desde 1999 no filme "Ata-me".

Para mim, o filme que mais me desperta o interesse é  The Tree of Life realizado pelo norte-americano Terence Mallick, com Brad Pitt e Sean Penn (duas presenças na competição). O  festival esperou um ano para conseguir garantir a estreia mundial do filme na selecção oficial em competição.






Já vi a apresentação do filme, no início da minha última ida ao cinema. Captou-me de imediato! Um filme que promete surpreender!

G-S

Fragmentos Culturais

15.04.2011
Copyright © 2011-Fragmentos Culturais Blog, fragmentosculturais.blogspot.com®

Licença Creative Commons


16 comments:

pinguim said...

Promete.
Quantos destes filmes terão exibição comercial em Portugal?

Isamar said...

Vou estar atenta para ver alguns destes filmes, sobretudo os que captaram o teu interesse.Muitos passam ao lado das correntes comerciais mas têm sempre muita qualidade.

Bem-hajas!

Beijinhos

mfc said...

Um Festival que nos tem habituado à qualidade desde que me conheço.
Sempre um bom indicador de filmes que não devemos perder.

vitor cunha said...

Se me for possível ver algum destes filmes darei preferência a dois:
Minuit à Paris, porque há no meu crescimento histórias familiares que me ligam espiritualmente á França, durante a guerra,Além disso, porque fico com a impressão de que os temas musicais do filme serão muito bonitos;
The Tree of Life julgo que não tratará de futilidades mas antes de matéria séria. Julgo que são filmes diferentes, para ver com estados de espírito diferentes. Finalmente, julgo que a realização do meu 2º filme será superior.
Beijo (Bom fim de semana)

Rafeiro Perfumado said...

Também estou de olho nesse!

Petrus Monte Real said...

Aposto no The Tree of Life.
La Moldau, música do Smetana, é um factor decisivo para a escolha.
Um beijo.
Boa semana.

heretico said...

beijos
boas sempre. as tuas escolhas.

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa said...

Querida Fragmentos Culturais:
Um leque de informações preciosas.
Creio que vou gostar muito de "Mignight in Paris". Se outros motivos o não justificassem, haveria sempre a revisita a Paris. E, nas palavras de Enrique Vila-Matas, "Paris nunca se acaba". Ao fim de um tempo sem lá irmos, a saudade bate à porta.
Um beijo e Santa Páscoa.

Fragmentos Culturais said...

... promete mesmo, João!

Não sei quantos, mas Lisboa vê mais filmes de qualidade do que o Porto!
Tenho reparado nisso, nos últimos tempos...

Fragmentos Culturais said...

Não duvides que vou mesmo estar atenta, 'Isamar'!

Isso é o nosso principal problema! Apostar-se mais nas grandes massas do que no verdadeiro 'amador' de cinema!

Veremos...
Um beijo,

Fragmentos Culturais said...

Isso é verdade, 'mfc'! Cannes é mesmo um marco de qualidade que se mantém!

Vamos estar atentos... mais uns dias e começa a 'passadeira vermelha' da cinematografia de autor!

Fragmentos Culturais said...

Duas excelentes escolhas, Vítor. 'Midnight in Paris' tem a mestria de Woody Allen e o fascínio da cidade de Paris. E 'The tree of life'... para além do realizador, dois actores que muito considero: Sean Penn e Brad Pitt!

Temáticas muito diferentes!

Das realizadoras em destaque, não quererei perder 'Sleeping Beauty' da autraliana Julia Leigh, filme com apoio de Jane Campion!

Um beijo
(um bom final de semana)

Fragmentos Culturais said...

Hum! Promete mesmo,'Rafeiro'! Já vi o trailer e fiquei de imediato suspensa... da estreia em Portugal!

Fragmentos Culturais said...

... também estou muito atenta a 'The Tree of Life'! Tudo neste filme me seduz!

Quanto à música, deixo aqui um link
http://palcoprincipal.sapo.pt/bandasMain/bed_ich_smetana/video/_BLdjzWJaGg
(Chicago Symphony Orchestra, Daniel Barenboim)

Estou certa que vai gostar desta interpretação, caro 'Petrus'!

Um beijo
(bom final de semana)

Fragmentos Culturais said...

... e tu sempre afectuoso e presente, 'Herético'...

Um beijo grato

Fragmentos Culturais said...

Adoro cinema, querida Isabel! E gosto de tudo que se liga a arte.

'Midnight in Paris' promete ter aquela magia de uma cidade que faz parte do imaginário de muitos de nós!
E depois, Woody Allen tem uma 'arte do diálogo' que muito aprecio!

Um beijo,
(e muito obrigada pelos seus amistosos votos de Boa Páscoa! Faço dos seus, os meus votos. Estou certa que passou uma Páscoa muito serena)